notícias

Perdas de 50% na agricultura e pecuária com estiagem

06

fevereiro

Há pelo menos 30 dias, a situação de seca preocupa o município. Nas últimas semanas, várias frentes políticas têm trabalhado para amenizar a situação que atinge a cidade e o interior.  Nas últimas semanas, o Prefeito Vinícius Pegoraro (PMDB) acompanhou os serviços prestados e a realização do levantamento da situação geral, junto com o presidente da CORSAN em Porto Alegre. Em seu gabinete, onde recebeu a direção regional da companhia, cobrou melhorias nos serviços prestados, além da entrega de um relatório da situação atual dos níveis das barragens no município.
  SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA E PERDAS DE 50% NA AGRICULTURA Nesta segunda-feira (5)Vinícius Pegoraro (PMDB), anunciou que o município irá decretar situação de emergência devido à falta de chuva que tem provocado grandes prejuízos em diversos pontos do interior do município, deixando perdas na produção de soja e tabaco e em outras culturas. Segundo nota emitida pela Prefeitura, as perdas na agricultura e pecuária não foram contabilizadas, apontando para um número exato, porém, estima-se perdas superiores a 50% para esta safra. Conforme relatório da EMATER os prejuízos na agropecuária já passam de 65 milhões em Canguçu.
SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PÚBLICA      

Defesa Civil Municipal aguarda relatórios da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos para, em conjunto com os relatórios da EMATER e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário, encaminhar documentação a Defesa Civil Estadual para decretar situação de calamidade pública.
AÇÕES PÚBLICAS E SEGURO AGRÍCOLA Para tentar amenizar a falta de água, a Secretaria Municipal de Infraestrutura Rural e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário está realizando aberturas de poços em diversos pontos. Nas localidades onde a situação é mais crítica a Secretaria Municipal de Obras, Trânsito e Serviços Urbanos tem disponibilizado a entrega de água potável através do caminhão pipa. Dois bolsões de lona, com capacidade de 4 mil litros, foram adaptados em caminhões para acelerar as entregas de água. Na zona urbana, a dificuldade no abastecimento de água também começa a se intensificar. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o município está buscando se antecipar para conseguir o decreto homologado pelo Estado e pela União, garantindo a possibilidade de ações mais rápidas na ajuda das famílias com problema e liberação de seguro agrícola para os produtores.

Fonte: Canguçu On Line

visitante

1 7 3 5 6 3

envie seu comentário...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar

peça seu som...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar